A Apple anunciou os novos iPhones com altos números para ostentar desempenho – o iPhone Xs possui, basicamente, a melhor tecnologia que a Apple tem para um smartphone. Por isso, é natural que uma das primeiras coisas que as pessoas façam ao colocar as mãos em um dos aparelhos é desmontar o negócio e dar uma olhada nas entranhas. E, olha, essa bateria do iPhone Xs é bem esquisita.

• iPhone Xs vs. iPhone X: as diferenças de bateria e RAM entre as gerações
• [Hands-on] iPhone Xs Max: esse celular é gigantesco ou é exagero?

Baterias retangulares e cilíndricas são bem comuns, mas a bateria do iPhone Xs de única célula tem um formato de L, bem diferentão. No ano passado, com o iPhone X, a Apple simplesmente conectou duas baterias retangulares para juntar essas células em um formato diferente no celular.

Mas desta vez, com o iPhone Xs, de acordo com o iFixit, a Apple decidiu utilizar camadas de diferentes tamanhos e folhas de eletrodos para criar uma bateria curvada que praticamente circunda outros componentes internos importantes do celular, como a placa lógica, o sensor háptico e a memória.

Uma foto raio-X da bateria, tirada pelo iFixit e Creative Electron. Foto: iFixit

Estranhamente, a capacidade da bateria do iPhone Xs, de 2.659 mAh, é ligeiramente menos do que a bateria de 2.716 mAh do iPhone X, o que nos faz questionar se todo esse esforço extra valeu a pena. Enquanto isso, no iPhone Xs Max, a Apple veio com um projeto de duas células para entregar a maior bateria já colocada em um iPhone, com capacidade de 3.179 mAh.

Foto: iFixit

E mesmo que isso possa parecer muito, não consigo deixar de imaginar o quão longa seria a autonomia se o Xs Max tivesse uma bateria de 4.000 mAh, como aquelas que a gente tem no Samsung Galaxy Note 9 ou no Huawei P20 Pro.

No restante dos componentes, o Xs e Xs Max compartilham muitas das características de engenharia e projeto do iPhone X. No entanto, há algumas melhorias importantes, principalmente na antena e nas câmeras.

O iPhone X, do ano passado, no topo. O Xs e Xs Max são os aparelhos dourados. Foto: iFixit

A assimetria do alto-falante e da grade do microfone na parte inferior pode incomodar bastante visualmente, mas ao tirar os buracos da esquerda, a Apple ganhou espaço para mais uma faixa de antena, que, de acordo com os resultados do SpeedSmart, do Tom’s Guide e de outros sites, gerou bastante melhoria nas velocidades do LTE.

Foto: iFixit

O iPhone Xs e Xs Max possuem câmera traseira com os mesmos 12 megapixels do ano passado, mas o tamanho físico do sensor aumentou 32%. Isso significa que cada pixel no sensor deve ser maior, permitindo que o iPhone capture mais luz e melhore a qualidade das fotos tiradas em ambientes com pouca iluminação.

O que todos esses truques tecnológicas significam para o iPhone como um todo? A gente só poderá dar um veredito quando colocarmos as mãos nos aparelhos e publicarmos o review completo do iPhone Xs e Xs Max.

[iFixit]

Imagem do topo: iFixit