Conhecida por vender edições personalizadas de smartphones, a marca russa Caviar lançou uma edição limitada dos iPhones 13 — nas versões mini, Pro e Max — que trazem no corpo do aparelho a assinatura de famosos como Steve Jobs e Elon Musk. O preço dessa brincadeira? Cerca de US$ 27 mil (ou R$ 136 mil) cada.

As assinaturas são genuínas, deixadas pelos dois famosos aos seus fãs, e contam com certificado internacional de autenticidade. Quanto aos celulares de luxo, eles são revestidos com titânio e acabamento acetinado, trazendo o autógrafo protegido por um vidro temperado resistente a impactos. Existe apenas uma unidade do smartphone.

“Acredita-se que as coisas tocadas por grandes pessoas carregam uma energia especial. Eles dão força a seus donos, cobram pelo sucesso e boa sorte”, diz a Caviar.

Os aparelhos com a marca do cocriador da Apple e fundador da SpaceX não são os mais caros da coleção “Autograph Collection”. Por exemplo, quem quiser um iPhone 13 Pro com o autógrafo do francês Napoleão Bonaparte, com base de ouro 24 quilates, terá que desembolsar 75 mil dólares (ou 378 mil reais). Já o iPhone 13 Pro com a assinatura do cantor Michael Jackson é vendido pela bagatela de US$ 24 mil (R$ 120 mil).

iPhone 13 com a assinatura de Elon Musk. Imagem: Caviar/Divulgação

Não são só iPhones

A nova coleção da Caviar não traz apenas iPhones personalizados. O grande destaque é o iPad Pro que traz um bilhete histórico do místico russo Grigory Rasputin. O fragmento diz “eu sei que você está orgulhoso como Tsar Herodes, você entrou como uma raposa, e quer sair como um lobo, Rasputin”.

O tablet da Apple é decorado com ouro amarelo, que torna o item não apenas uma peça de colecionador, assim como uma obra de arte em joalheria. Ele é vendido por R$ 91,1 mil (R$ 458,8 mil). Vale o investimento?

iPad Pro com o bilhete de Rasputin. Imagem: Caviar/Divulgação