O Itaú já estava disponível nas plataformas de pagamento digital Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay – mas apenas com a função do cartão de crédito. Nesta sexta-feira (26), o banco anunciou que a função débito também estará disponível para os usuários que pagam com smartphones ou wearables.

O Itaú foi pioneiro ao lançar o Apple Pay, em abril de 2018 e vinha testando a função débito na plataforma desde dezembro do mesmo ano. Em junho de 2018, eles foram incluídos no Samsung Pay e, mais recentemente, em fevereiro de 2019, a instituição apareceu no Google Pay. De acordo com o material de imprensa do Itaú, a instituição é tem o maior portfólio de carteiras digitais do Brasil.

O Itaú diz possuir mais 1,2 milhão de clientes usando o recurso, que agora funciona tanto para quem tem um cartão com a função somente de débito quanto para aqueles que possuem o plástico com a função débito e crédito.

Os passos para cadastrar o cartão no Google Pay, Apple Pay ou Samsung Pay são praticamente idênticos:

  • Abra o aplicativo Wallet (Apple Pay), Google Pay ou Samsung Pay do seu serviço;
  • Escaneie o cartão ou insira as informações manualmente;
  • Siga as instruções para verificar a identidade;
  • Valide seu cartão no aplicativo, confirmando o desbloqueio do serviço com segurança;
  • Pague aproximando ou encostando o smartphone ou smartwatch na maquininha.

As maquininhas compatíveis com pagamentos via NFC estão começando a ficar mais populares, pelo menos em São Paulo. A adoção aumentou bastante principalmente nos bairros mais nobres e regiões mais movimentadas das capitais.

Porém, nem sempre é fácil usar o cartão contactless ou soluções digitais – é preciso que o valor seja inserido na máquina antes da aproximação e muitos comerciantes já pedem o cartão antes disso. A sensação que tenho é que, aos poucos, o mercado vai amadurecendo e, quanto mais gente usar, mais rápido o sistema irá engrenar.