A Blue Origin, empresa espacial de Jeff Bezos, apresentou a sua primeira sonda, Blue Moon, durante uma coletiva de imprensa na quinta-feira (9).

A sonda espacial está sendo “desenvolvida há anos”, de acordo com o site do novo projeto da empresa, e é capaz de aterrissar “várias toneladas” de carga na superfície da Lua. “Sua capacidade de realizar aterrisagens precisas e suaves poderão permitir uma presença humana sustentável na Lua”, alega o site da Blue Moon.

Bezos revelou o projeto da sonda junto com um novo motor para foguetes durante a conferência em Washington. Ele afirmou estar confiante de que a Blue Origin poderá atingir o pouso lunar em 2024, prazo recentemente estabelecido pelo vice-presidente americano, Mike Pence, segundo o site de notícias CNBC.

Embora não seja tão popular quanto a SpaceX da Elon Musk, a Blue Origin possui objetivos similares – construir uma infraestrutura do setor privado para reduzir custos e expandir o acesso a viagens espaciais. Isso inclui a fabricação de foguetes reutilizáveis, como o New Shepard e o New Glenn, capaz de levantar 1.750 toneladas. Bezos também revelou suas expectativas para o futuro, como colonizar outros mundos e minerar asteroides.

O anúncio foi feito logo após a declaração do vice-presidente Pence de que a NASA deveria colocar astronautas americanos na Lua dentro dos próximos cinco anos a qualquer custo. Alguns demonstraram ceticismo quanto a capacidade da NASA de atingir o objetivo; membros do Congresso expressaram sua frustração durante uma sessão na quinta-feira (9) por ainda não terem recebido uma solicitação atualizada de verbas para colocar a missão em prática. Sem dúvida, parcerias com o setor privado serão cruciais para que a NASA cumpra o prazo estabelecido.

Estamos em contato com a Blue Origin para conseguir mais detalhes sobre a nova sonda e vamos continuar acompanhando essa história.