A galera do Cubo Mágico (Cubo de Rubik) descobriu uma maneira de deixar um quebra-cabeça simples ainda mais enlouquecedor que antes. Para Graham Parker, o cara que levou 26 anos para resolver o original, isso é uma péssima notícia.

O novo quebra-cabeça, chamado Rubik 360, será apresentado oficialmente em uma feira alemã do setor de brinquedos na quinta-feira, 5/2. Assim como o original, a premissa é simples: é a execução que fará com que certas pessoas percam 26 anos das suas vidas tentando solucioná-lo.

Basicamente, os jogadores devem encaixar determinado número de bolas coloridas de uma esfera transparente interna em seus respectivos orifícios da esfera externa. Você fará isso chacoalhando as bolas através de uma esfera do meio que possui apenas dois orifícios.

O próprio Professor Rubik comentou sobre o novo quebra-cabeça que leva o seu nome: “Eu acho que o 360 é um dos quebra-cabeças mais inovadoras e empolgantes que já foi desenvolvido desde do Cubo – adotando elementos do meu design original, desafiando o solucionador a usar habilidade, destreza e lógica”.

Perguntinha rápida, já que ainda estou meio confuso sobre como isto funciona: seria este o primeiro quebra-cabeça de Rubik que poderia vir a solucionar-se sozinho durante o processo de frete para os revendedores? [Sunday Telegraph]