Não é por nada não, mas nós avisamos. Se o Brasil é o país com mais pedidos de remoção no Google e já enfileirou centenas de processos contra a gigante das buscas, era questão de tempo para os processos contra o Street View brasileiro começarem. E um dos primeiros afetados pelo sistema, o cidadão que estava aparentemente passando mal em Belo Horizonte, processou o Google. Ele quer R$500 mil da empresa. Diabos, onde eu estava quando aquele carro vermelho passou pela minha rua?

Hevaldo Dias Duarte, engenheiro mecânico, foi um dos primeiros easter eggs egencontrados no Street View – nos primeiros dias do sistema no Brasil, a grande diversão era caçar os absurdos. Na imagem, Hevaldo parece estar vomitando em plena luz do dia na Avenida Getúlio Vargas, em Belo Horizonte. Segundo a advogada do engenheiro, o flagrante complicou a vida de seu cliente:

"Ele foi alvo de chacotas, e-mails e de divulgação da foto na internet. Os clientes dele pediram a retirada imediata da imagem no ar, e ele foi advertido verbalmente pela empresa. Meu cliente foi fotografado em uma situação constrangedora, e a imagem induz que ele estava vomitando porque estava bêbado, mas ele não estava", disse ela.

A advogada diz ainda que o Google não borrou o rosto do cidadão. De fato, apesar de estar curvado, o ângulo favorece o reconhecimento. Mas o pior, segundo ela, é que a remoção já foi requerida ao Google diversas vezes, tanto diretamente com a empresa quanto pelo botão de denúncia. No dia do lançamento do Street View, duas imagens de corpos no RJ e em BH foram removidas rapidamente do site.

Agora, Hevaldo não quer só a remoção. Pede R$500 mil pela difamação que a imagem criou, complicando sua vida no emprego. Segundo a Folha, o caso deve ser despachado na próxima semana pela 35ª Vara Cível de Belo Horizonte. Por enquanto, o Google não se posicionou sobre o assunto. Se todas as pessoas que estão em imagens que povoam vários tumblrs, a empresa arranjou uma bela dor de cabeça. [Folha]