O Mobile World Congress, maior congresso do setor de telefonia e conectividade do ano, está marcado para começar daqui a apenas algumas semanas, mas o surto de coronavírus está fazendo com que empresas suspendam seus anúncios.

A LG anunciou na terça-feira (4) que o novo coronavírus fez a empresa mudar seus planos para o evento: ela sairá do MWC por completo.

A ZTE também cancelou sua conferência de imprensa, segundo o Verge. De acordo com um representante da empresa, isso se deu em parte por uma questão prática, já que os funcionários não conseguiriam ir para a Espanha por causa de atrasos nos voos e no processo de visto. Mesmo assim, a companhia ainda terá um espaço na feira.

“Essa decisão elimina o risco de expor centenas de funcionários da LG a viagens internacionais, que já se tornaram mais restritivas à medida que o vírus continua se espalhando por diferentes países”, anunciou a LG em comunicado à imprensa na terça-feira. “Em vez de sua participação no MWC, a LG realizará eventos separados em um futuro próximo para anunciar seus produtos móveis para 2020.”

Empresas de tecnologia de todo o mundo se reúnem em Barcelona a cada ano para anunciar novos smartphones e mostrar avanços em tecnologias móveis. Não está claro o que a ZTE e a LG planejaram lançar na feira ou se outros fabricantes de smartphones seguirão o mesmo caminho.

O coronavírus está se espalhando rapidamente por toda a China continental, com mais de 17 mil casos e 361 mortes relatadas. As viagens do país para o exterior e do exterior para o país foram reduzidas devido ao surto, o que significa que as empresas que prosseguem com seus planos de MWC provavelmente terão que fazê-lo sem seus funcionários da China.

A GSMA, que organiza o MWC, disse terça-feira em comunicado que a feira “continuará conforme o planejado”. O grupo comercial adotou medidas para “mitigar a disseminação do vírus”, incluindo ampla disponibilidade de produtos de limpeza e maior presença de pessoal médico. A organizadora também recomenda que os participantes do MWC evitem apertos de mão, o que poderia tornar o networking meio esquisito e constrangedor.