LG vai licenciar sistema de smart TV webOS para outras fabricantes

Fabricantes que optarem pelo sistema da LG também contarão com aplicativos e recursos, como o controle remoto Magic Motion.

A LG vai disponibilizar seu software webOS para outras empresas. O software proprietário dos aparelhos da LG poderá ser licenciado por outras marcas, anunciou a empresa na quarta-feira (24). Um ponto interessante é que as companhias que optarem por trazer o sistemas para seus televisores também receberão seu controle remoto Magic Motion. Com ele, é possível apontar para elementos da interface na tela e clicar, como se fosse um cursor. Os aparelhos também contarão com as mesmas ferramentas de controle de voz, algoritmos e aplicativos, incluindo canais LG, disse a empresa.

“Ao dar as boas-vindas a outros fabricantes para se juntarem ao ecossistema de TV webOS, estamos embarcando em um novo caminho que permite que muitos novos proprietários tenham a mesma experiência de usuário e os mesmos recursos excelentes disponíveis nas TVs LG. Estamos ansiosos para trazer esses novos clientes para o incrível mundo do webOS TV”, disse Park Hyoung-sei, presidente da LG Home Entertainment Company, em um comunicado.

A notícia vem na esteira de um anúncio da LG durante a CES, no início deste ano, de que o webOS estava passando por uma reformulação bastante drástica. A interface da LG no passado adotou um design em forma de lâminas que mantinha o menu de navegação no terço inferior da tela. Mas com o webOS 6.0, que será incluído nas TVs de 2021 da empresa, a interface se parece muito mais com a Google TV. O sistema da gigante das buscas também está sendo licenciado para fabricantes de TV e aparecerá em outros dispositivos além do Chromecast este ano, inclusive em televisores TCL e Sony.

De acordo com a LG, mais de 20 fabricantes de TV já assinaram contrato para levar o webOS para seus aparelhos, incluindo RCA, Ayonz e Konka.

O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.
Sair da versão mobile