Após oito anos seguidos de perdas, a Sony está dividindo a linha Bravia TV em três — e cortando custos. Os braços da força-tarefa de sobrevivência serão os LCDs feitos pela própria Sony, telas de outras empresas e TVs da próxima geração.

A Sony também está em negociações com a Samsung para acabar com a joint venture criada para o S-LCD. Olha, os últimos anos não foram fáceis para a Sony. Os lucros continuam caindo, ataques hackers limaram a confiança dos consumidores, recalls chegaram ao limite e a competição, como sempre, é feroz. Uma reestruturação do segmento de TVs é melhor do que fechá-lo de vez, algo que já foi especulado antes. As TVs da Sony ainda são algumas das melhores do mercado, mas altos preços e a presença de concorrentes muito bons e mais baratos, como a Samsung, complicaram a situação. Esperamos que Sony consiga reverter o estado terminal da icônica linha Bravia. [Reuters via TechRadar via Gizmodo UK]