A empresa ferroviária japonesa JR Kitakyushu disse que uma pequena lesma foi responsável por uma queda de energia e subsequentes atrasos para cerca de 12 mil passageiros em uma linha de trem de alta velocidade em Kyushu em 30 de maio, informou a CNN na segunda-feira (24).

Cerca de 26 trens foram cancelados por volta das 9h40, horário local, devido às quedas de energia, que os engenheiros da empresa dizem ter sido causadas ​​por uma lesma de dois a três centímetros que tomou a decisão desastrosa de atravessar um cabo de força de equipamentos elétricos conectados à rede. Ela então fritou, levando parte da rede elétrica com ela.



“Nós não tivemos conhecimento de falta de energia causada por lesmas nos últimos anos”, disse um porta-voz da JR Kyushu à CNN na segunda-feira, acrescentando que a lesma aparentemente rastejou por uma brecha em uma caixa de força. “Se encontrarmos uma brecha do tipo quando inspecionarmos os equipamentos (no futuro), vamos consertá-la”.

De acordo com a CNN, JR-Kyushu identificou rapidamente a causa da interrupção, mas não divulgou as informações por mais de três semanas. A mídia local só descobriu no fim de semana.

A invasão de equipamentos de energia por animais é uma causa relativamente comum de interrupções, embora, em um comunicado separado à AFP-Jiji, um funcionário da empresa tenha dito que eles costumam ter problemas como “colisão de veados em trens”, mas “não problemas com lesmas”. No ano passado, partes de um corpo humano foram descobertas alojadas em uma rachadura na frente de um trem-bala JR-West cerca de 30 quilômetros depois de uma colisão, e as autoridades consideraram o caso como um suicídio.