Você provavelmente já conhece o genial XKCD. Mas talvez você não saiba que seu autor, Randall Munroe, tem um ótimo blog no qual ele responde perguntas de ciência enviadas por seus leitores. Em setembro, ele vai lançar um livro respondendo a essas e novas perguntas – mas sua obra já é um best-seller agora mesmo.

E Se? Respostas científicas sérias para perguntas hipotéticas absurdas está atualmente em terceiro lugar na lista dos livros mais vendidos da Amazon americana e britânica; e aparece em 21° lugar na Amazon alemã. Trata-se de uma versão física, não um e-book. O título será lançado apenas em 2 de setembro nos EUA, e algumas semanas depois no Reino Unido e Alemanha.

No livro, Randall diz que vai responder a “questões particularmente bacanas nas quais eu queria passar um pouco mais de tempo”, além de “versões revisadas e atualizadas de alguns dos meus artigos favoritos do site”.

No blog What If?, você encontra a resposta para perguntas como “quantos humanos um tiranossauro teria que consumir por dia“; “em quanto tempo o Facebook terá mais perfis de defuntos do que de gente viva“; e “quanto tempo eu teria que ficar com a boca aberta lá fora até que um pássaro fizesse cocô nela“.

Randall é formado em física e trabalhou com pesquisa em robôs na NASA. Agora, ele ganha a vida vendendo produtos do xkcd; a tirinha em si é distribuída gratuitamente por Creative Commons. E ele tem muitos fãs: no ano passado, um asteroide – 4942 Munroe – levou seu sobrenome, depois que diversos leitores do xkcd o sugeriram como candidato.

O xkcd é uma tirinha publicada há anos – são mais de 1.300 na coleção – toda segunda, quarta e sexta. Elas lidam com ciência, espaço, matemática, e linguagem. É lá que estão as clássicas tirinhas do “tem alguém errado na internet“, e a triste história do Spirit abandonado, entre muitas outras.

What If? Serious Scientific Answers to Absurd Hypothetical Questions será lançado em setembro, por enquanto apenas em versão física; ele ainda não está disponível para pré-venda como e-book – então fica mais difícil adquiri-lo no Brasil. [SlashDot]