A LG lançou no Brasil a atualização das boas TVs de LCD da linha Scarlet, no inconfundível vermelho vampiro. Além de bem mais finas (3,9 cm, metade da última), as TVs de 32, 42 e 47 polegadas, todas Full-HD, têm conectividade bluetooth e entrada para um HD externo, para que você grave a programação da Scarlet II diretamente nele.

As TVs novas todas tem refresh rate de 120 hz, o que deixa as imagens mais fluidas, especialmente em eventos esportivos e jogos de videogame. O design agora é um pouco mais arredondado, ainda com transparências e botões sensíveis ao toque. A função USB Plus HD, além de gravar programas pré-definidos, toca o que tiver no disco ou pen drive, com suporte até a "divx HD", o que imagino ser .avi. Se alguma TV tocar arquivos com compressão H264 no formato .mkv eu ficarei impressionado. Ela pelo menos grava em HD, já que tem conversor digital integrado dá para você programar a gravação de Caminho das Índias ou o que o valha.

Além das TVs a LG lançou seu primeiro modelo de home-theater tudo-em-um com Blu-Ray. Eu sempre achei esses tocadores de DVD com 5 caixas e subwoofer uma certa enganação. Mas no HT Scarlet II há uma entrada HDMI – dá pra você ligar o videogame nele, o que é bem bom. A caixa tem um tal de "MP3 upscaling", que toca arquivos com um bitrate menor de maneira mais nítida. 

A série Scarlet II traz aparentemente bons aparelhos, com diferenciais o suficiente para se destacar no ultra saturado mercado de TVs de LCD. O problema é o preço da família nova da LG. O "de tabela" é meio absurdamente caro: 

Preço médio sugerido – 32” (32LH70YD): R$ 3.499,00
Preço médio sugerido – 42” (42LH70YD): R$ 5.499,00
Preço médio sugerido – 47” (47LH70YD): R$ 6.999,00

É quase o preço das TVs de LED da Samsung. Tomara que baixe. Enquanto isso não acontece, a Scarlet I está em promoção em vários lugares.