Neste mês, assim como em janeiro do ano passado, a Panasonic anunciou uma nova leva de câmeras compactas Lumix. Algumas delas (se não todas) devem ser apresentadas para parceiros e imprensa latino-americanos logo mais em evento no Rio de Janeiro. E vale a pena conhecê-las, pois a Panasonic faz algumas – talvez a maioria – das melhores compactas do mercado.

Claro, há boas câmeras compactas de diversas marcas, mas a minha impressão (baseada na minha experiência e em leituras de sites de fotografia como o Digital Photography Review) é que a Panasonic é a campeã da categoria, com a Canon em segundo lugar. Fujifilm e Sony também costumam ser ótimas concorrentes – e as câmeras desta tendem a se tornar mais atraentes com a adoção do padrão Secure Digital (além do Memory Stick) para cartões de memória.

Eu deveria ter chegado ao Rio ontem, mas São Pedro, Gilberto Kassab, José Serra e outros (pode ser alguém do PT, para manter a “imparcialidade” e o “apartidarismo”) impediram-me. Não é que eu tenha chegado atrasado ao aeroporto – simplesmente não cheguei. Fiquei parado. Dividi minhas horas sob a chuva paulistana lendo Poe, xingando políticos, sonhando com o trem-bala e falando com os organizadores do evento da Panasonic.

Felizmente eles conseguiram mudar o meu voo para hoje de manhã. Assim que eu puder – e se julgar necessário –, publico as minhas impressões sobre as câmeras apresentadas no evento. Por ora, fiquem com esta listinha:

 
Lumix DMC-TZ10/ZS7, DMC-TZ8/ZS5

Quando alguém me pergunta qual modelo de câmera compacta comprar, sempre sugiro os modelos da linha TZ. Se a pessoa quiser algo mais avançado, recomendo a Panasonic Lumix DMC-LX3 (tenho uma) ou a Canon PowerShot S90; se quiser algo mais barato, costumo escolher outros modelos dessas duas marcas – mas aviso: “Vale a pena pagar mais pela TZ”.

Conhecida nos Estados Unidos como ZS, a série TZ costuma ter máquinas com bons recursos e ótima qualidade de imagem, mas sempre lamentei a falta de controles manuais. Já posso parar: a TZ10 (imagem no topo do post) e a TZ8 – sucessoras da TZ7 e da TZ6, respectivamente – oferecem controle de abertura e velocidade.

As duas também contam com um recurso chamado Intelligent Zoom, que promete estender o alcance do zoom óptico em 1,3x, oferecendo zoom digital com qualidade comparável à do óptico. Ou algo assim. Isso me lembra daqueles tocadores que prometem melhorar a qualidade de áudio dos arquivos MP3 para um nível comparável à do CD original – ou seja, enganação. De qualquer maneira, a função está presente em outros modelos Lumix e, se for melhor do que o zoom digital de outras câmeras, já é algo bom.

DMC-TZ10/ZS7:

  • Sucessora da TZ7/ZS3
  • 12,1 megapixels
  • Lente 25 mm
  • Zoom óptico de 12x
  • Intelligent Zoom
  • Primeira câmera digital da Panasonic com recurso de GPS
  • Controles manuais
  • Vídeo em HD em Motion JPEG ou AVCHD Lite
  • Tela de LCD de três polegadas com 460 mil pontos
  • Venus Engine HD II
  • Porta miniHDMI
  • Cores preto, prata, vermelho e azul

Diferenças da DMC-TZ8/ZS5 em relação à TZ10:

  • Sucessora da TZ6/ZS1
  • Sem GPS
  • Vídeo em HD só em Motion JPEG
  • Tela de LCD de 2,7 polegadas com 230 mil pontos
  • Venus Engine VI com redução de ruído da Venus Engine HD II
  • Sem porta miniHDMI
  • Cores preto e prata

 
Lumix DMC-ZX3/ZR3

  • Sucessora da ZX1/ZR1 (que foi lançada em julho! Que apressados!)
  • Linha “irmã” da TZ, com alguns recursos a menos e um pouco mais compacta
  • Lente 25 mm
  • Zoom óptico de 8x
  • Intelligent Zoom
  • Vídeo em HD em Motion JPEG ou AVCHD Lite
  • Tela de LCD de 2,7 polegadas com 230 mil pontos
  • Venus Engine HD II
  • Porta miniHDMI
  • Cores preto, prata, vermelho e azul

 
Lumix DMC-FT2/TS2

  • Sucessora da FT1/TS1
  • Mais resistente
  • 14,1 megapixels
  • Lente 28 mm
  • Zoom óptico de 4,6x
  • Intelligent Zoom
  • À prova d’água (10 m)
  • À prova de quedas (2 m)
  • À prova de frio (-10° C)
  • À prova de poeira
  • Lanterna de LED embutida
  • Vídeo em HD em Motion JPEG ou AVCHD Lite
  • Tela de LCD de 2,7 polegadas com 230 mil pontos
  • Venus Engine HD II
  • Porta miniHDMI
  • Cores laranja, azul e amarelo

 
Lumix DMC-FX66

  • Sucessora da FX60/FX65 (também lançada em julho)
  • 14,1 megapixels
  • Lente 25 mm
  • Zoom óptico de 5x
  • Intelligent Zoom
  • Vídeo em HD em Motion JPEG
  • Tela de LCD de 2,7 polegadas com 230 mil pontos
  • Venus Engine VI
  • Porta miniHDMI

 
Lumix DMC-FS33, DMC-FS30

  • Nova linha FS, “irmã” da linha FX
  • 14,1 megapixels
  • Lente 28 mm
  • Zoom óptico de 8x
  • Vídeo em HD em Motion JPEG
  • FS33: tela de LCD de três polegadas sensível ao toque
    FS30: tela de LCD de 2,7 polegadas
  • Venus Engine IV
  • FS33: Cores preto, prata e vermelho
    FS30: Cores preto, prata, vermelho, azul e violeta

 
Lumix DMC-FS10, DMC-FS11

  • Nova linha FS, “irmã” da linha FX
  • FS11: 14,1 megapixels
    FS10: 12,1 megapixels
  • Lente 28 mm
  • Zoom óptico de 5x
  • Vídeo em HD em Motion JPEG
  • Tela de LCD de 2,7 polegadas
  • Venus Engine IV
  • FS11: Cores preto, prata, vermelho, azul e rosa
    FS10: Cores preto, prata, azul, rosa e laranja

 
Lumix DMC-FP1, DMC-FP2, DMC-FP3

  • FP3/FP2: 14,1 megapixels
    FP1: 12,1 megapixels
  • Lente 35 mm
  • Zoom óptico de 4x
  • Vídeo em HD em Motion JPEG
  • FP3: tela de LCD de três polegadas sensível ao toque
    FP2/FP1: tela de LCD de 2,7 polegadas
  • Venus Engine IV
  • FP3: 11 cores
    FP2/FP1: 8 cores

 
[Panasonic]