Esta coisa bizarra é um "modelo coital", usado por fabricantes de camisinhas para determinar quando camisinhas se rompem. E sim, aquilo é um pênis na foto. Mas as coisas ficam mais bizarras ainda:

Por um período de 7 anos, camisinhas estouradas devolvidas para fornecedores (SSL, Durex) através de reclamações de consumidores foram examinadas para determinar a causa da falha. E alguns consumidores que relataram o rompimento mas não devolveram as camisinhas receberam um questionário sobre as causas do rompimento. Finalmente, teorias propostas para o mecanismo de rompimento foram investigadas em um modelo coital de laboratório. RESULTADOS: quase 1000 (n=972) camisinhas devolvidas feitas de borracha natural e poliuretano foram examinadas. Evidências coletadas de exames de camisinhas devolvidas, respostas de questionários e o modelo coital sugerem fortemente um único mecanismo predominante de falha que denominamos "perfuração sem ponta aguda" (blunt puncture), na qual o ímpeto da ponta do pênis estica aos poucos uma parte da parede intacta da camisinha, até que ela acabe se rompendo.

Espera só um minutinho. Tem gente que envia camisinha rasgada pelo correio? Que história é essa? Eu gosto de dar feedback para as fabricantes quando os produtos não funcionam como prometido, mas isso já é nojento. [NCBI ROFL via io9]