Tenho um pé atrás com “Mestres do Universo: Revelações”, de Kevin Smith. Primeiro porque Smith continua chamando a produção de uma “continuação” do desenho animado “He-Man e os Mestres do Universo” original de 1983 — o que parece impossível, já que o original era completamente episódico e não havia nenhuma história para continuar. A segunda é que a Netflix originalmente chamou a série de anime — o que faz com que seja mais estranho ainda chamar de  continuação.

Mas vendo esse primeiro trailer muito bom da série, acho que finalmente entendi. Sim, isso significa que tive uma revelação sobre “Revelation”. Só assista:

Desde aquela cena de abertura de “Castelo de Grayskull”, tudo parece exatamente como na versão dos anos 80, só que… muito melhor. Os personagens estão usando o mesmo design e paletas (razoavelmente) simples, mas eles são mais detalhados, mais bonitos e representações mais precisas das figuras de ação originais. Eles não foram atualizados, estão melhores.

Bem, há algumas exceções. Parece que o Príncipe Adam é agora mais jovem e menor do que He-Man, o que torna sua transformação muito mais impressionante e significativa, enquanto He-Man tem o “H” em seu peito em vez de uma Cruz de Ferro, que sempre foi uma ideia extremamente boa por vários motivos.

Evidentemente, eu não tenho certeza se as transformações do novo He-Man foram inspiradas em Sailor Moon.

Assine a newsletter do Gizmodo

Mas é difícil ficar preocupado quando “Revelation” parece ter toda a ação que faltava ao desenho original e mais um pouco. Naquela época, a animação infantil realmente não podia mostrar violência gráfica — não quero dizer sangue, quero dizer que He-Man literalmente nunca usou uma espada ou socou outro ser vivo em toda a série original dos anos 1980. O pior que ele faria seria pegar um bandido e jogá-lo em um barril ou poça d’água. Como você pode ver, esse não é mais o caso.

He-Man, Esqueleto e os outros não têm mais nenhum problema em trocar socos, usar armas e, no caso de Esqueleto, alguma feitiçaria verdadeiramente durona. Caramba. Até Orko faz algo legal! Claro, o Homem-Fera ainda pula do Land Shark um segundo antes de um laser explodi-lo, no estilo clássico de desenho animado, mas tudo bem!

A Netflix também anunciou a existência de “Revelations: The Masters of the Universe Revelation Aftershow”, que parece ser um especial de 25 minutos que chegará com os cinco primeiros episódios de Revelation. Ele será apresentado por  Kevin Smith, o criativo de conteúdo da Mattel, Rob David, e o ator Tiffany Smith, que interpreta Andra (um personagem  novo para a série). Eles serão acompanhados pelo elenco: Mark Hamill (Esqueleto), Chris Wood (He-Man), Sarah Michelle Gellar (Teela), Lena Headey (Evil-Lyn), Henry Rollins (Tri-Klops), Griffin Newman (Orko), e mais.

A primeira metade de “Masters of the Universe: Revelation” vai estrear na Netflix em 23 de julho. De repente, isso parece muito, muito distante.