Agora mesmo você está vendo mais de 84 milhões de estrelas, o maior catálogo já feito do centro da nossa galáxia, a Via Láctea.

Astrônomos do Observatório de Paranal, no Cerro Paranal, Chile, criaram os 9 gigapixels da imagem original a partir de milhares de fotos infravermelho individuais. Você pode ver a versão completa, e fazer zoom, aqui.

A imagem contém 10 vezes mais estrelas que catálogos anteriores, e deve ajudar os astrônomos a descobrir mais sobre a concentração central de estrelas no centro da Via Láctea. Ao registrar a cor de cada estrela contra o seu brilho, a imagem permite aos astrônomos criar um “censo” das estrelas, revelando mais sobre a estrutura e o conteúdo do nosso centro galáctico.

Com esta nova imagem, a equipe de astrônomos já descobriu um grande número de estrelas anãs vermelhas – um ótimo lugar para se procurar exoplanetas. [ESO]

Imagem por Ignacio Toledo / ESO /VVV Consortium

New Scientist.New Scientist reporta, explora e interpreta os resultados das descobertas humanas no contexto da sociedade e da cultura, fornecendo uma cobertura ampla de notícias sobre ciência e tecnologia.