Apesar de ser um astro mundialmente conhecido, uma foto do ator Michael B. Jordan foi parar em um catálogo da Polícia Civil do Ceará para reconhecimento de suspeitos de uma chacina que matou cinco pessoas.

A chacina aconteceu no bairro de Sapiranga, em Fortaleza. Além dos mortos, outras seis pessoas ficaram feridas. O mandante do crime é o suspeito Raí César Silva Araújo. Ele foi detido quando viajava de Mossoró, no Rio Grande do Norte, para a capital do estado, Natal.

Segundo informações do Diário do Nordeste, a investigação local usa a técnica do reconhecimento fotográfico para identificar possíveis suspeitos do crime, que ficou conhecido como ‘Chacina da Sapiranga’. 

A foto de Michael B. Jordan, estrela dos filmes “Creed” e “Pantera Negra”, é uma das três imagens do Termo de Reconhecimento Fotográfico da Polícia Civil do Ceará (PCCE). A apresentação das fotos resultou na apreensão de um adolescente de 17 anos como suspeito de envolvimento na chacina. 

Em nota enviada à imprensa local, a Polícia Civil informou que o trabalho de reconhecimento fotográfico é “apenas uma das etapas que podem levar ao indiciamento de um acusado. Cabe destacar que o trabalho policial juntou elementos comprobatórios por meio de provas técnicas, através de perícias, e testemunhas”, afirma a instituição.

A polícia disse ainda que editou uma nota técnica, em setembro de 2021, que define as normas para ação de reconhecimento de pessoas, seja presencial ou fotográfica, a ser seguida pelos delegados da Polícia do Estado do Ceará.

A polícia afirmou que os trabalhos investigativos relacionados às mortes ocorridas no bairro Sapiranga, desenvolvidos pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), resultaram na identificação de 28 pessoas. Desses, 22 adultos foram indiciados.