Ben Rudolph, evangelista de Windows Phone, teve apoio da Microsoft ao pedir a usuários de Android para contarem seus problemas com a plataforma – ou #droidrage – no Twitter. Inicialmente ele queria histórias envolvendo malware, mas os usuários também mencionaram duração curta de bateria, fragmentação, lentidão, falta de atualizações e outros. O resultado: cinco pessoas levaram um Windows Phone de graça.

Eles só deram aparelho de graça para cinco pessoas, mas eu adorei esta jogada de marketing. É uma forma interessante de mudar a discussão Android vs. Windows Phone (se é que existe essa discussão) para uma exposição dos defeitos do Android e a insatisfação de alguns usuários com a plataforma mais popular do momento. Óbvio que houve críticas ao Windows Phone, mas parece que a reação geral foi muito boa.



E como a Microsoft já aprendeu com o Windows, dizer que uma plataforma está cheia de malware planta uma semente de dúvida no público. Só que agora a Microsoft está do outro lado: o Windows Phone tem seus problemas de segurança, mas nada com o destaque do Android – várias empresas de segurança o mencionam como principal alvo de malware. É uma jogada esperta da Microsoft, até porque eles não podem agir como líder de mercado: o Windows Phone ainda é muito pequeno. E pelo visto o Windows Phone nem se preocupa em se posicionar contra o iOS – a Microsoft anda mesmo dormindo com o inimigo, hein? [@Microsoft via Naked Security]