Tecnologia

Microsoft deve lançar computador quântico em até 10 anos

A empresa foi a primeira criar e manipular qubits topológicos baseados em Majorana, o foco de sua pesquisa para inovar na computação quântica. Saiba mais
Imagem: Microsoft/Divulgação

Em um anúncio ambicioso, a Microsoft afirma que lançará um computador quântico em até dez anos, algo que vai marcar a história da tecnologia e será um enorme salto em termos de inovação.

whatsapp invite banner

O avanço ao lançar um computador quântico é comparável à evolução de uma calculadora básica para um PC de alto desempenho, sinalizando o início de uma nova era na computação quântica.

Há mais de duas décadas em sua jornada quântica, a Microsoft decidiu focar no desenvolvimento de um computador quântico de alto desempenho após avanços recentes.

A empresa foi a primeira criar e manipular qubits topológicos baseados em Majorana, o foco de sua pesquisa para inovar na computação quântica.

Qubits baseados em Majorana

A Microsoft alcançou um marco significativo ao desenvolver qubits baseados em Majorana. Esses qubits, nomeados pele legado do físico italiano Ettore Majorana, são mais estáveis e foram apresentados em um artigo revisado por pares em maio.

Os qubits baseados em Majorana são um conceito avançado na computação quântica, que utilizam partículas chamadas férmions de Majorana. A principal vantagem desses qubits é a sua potencial robustez contra decoerência. A decoerência é um dos principais desafios na computação quântica, onde a informação quântica se perde devido às interações com o ambiente externo.

Os engenheiros da Microsoft desenvolveram dispositivos capazes de induzir uma fase topológica, um passo crucial na jornada para alcançar um qubit topológico eficiente. Na computação quântica, fases topológicas são exploradas para criar e manter qubits topológicos.

Segundo a Microsoft, o supercomputador quântico vai realizar um milhão de operações quânticas por segundo, um salto em comparação à era atual da era da computação quântica de escala ruidosa intermediária (NISQ)

Com esse avanço, a Microsoft, em junho, definiu um roteiro para desenvolvimento do computador quântico e afirmou que veremos essa novidade em até dez anos.

“Pensamos elaborar nosso roadmap para lançar o computador quântico em questão de anos, em vez de décadas”, afirma Krysta Svore, VP da Microsoft de desenvolvimento quântico avançado.

Roadmap da Microsoft para desenvolver o computador quântico:

  1. Criar e Controlar Majoranas: Um marco já alcançado, semelhante a dominar uma nova forma de energia quântica.
  2. Qubit Protegido por Hardware: Desenvolvimento de qubits minúsculos e resistentes a erros.
  3. Qubits de Alta Qualidade Protegidos por Hardware: Produção de qubits de primeira linha, usando a técnica de emaranhamento.
  4. Sistema Multi-Qubit: Múltiplos qubits funcionando juntos, um passo mais próximo de um computador quântico operacional.
  5. Sistema Quântico Resiliente: Operando em qubits lógicos confiáveis.
  6. Supercomputador Quântico: A fronteira final, realizando operações quânticas confiáveis em escala.

Imagem: Microsoft/Divulgação

Além do computador, Microsoft desenvolve internet quântica

Além disso, em novembro, a Microsoft anunciou uma parceria com a Photonic, empresa de computação quântica, para desenvolver recursos para uma internet quântica.

A parceria da Microsoft com a Photonic é um avanço significativo na construção de uma rede quântica, um passo para uma internet quântica. Essa colaboração envolve três etapas principais: Camada Física, Camada de Elo e Camada de Rede, integrando com o Azure.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas