Em tempos de home office, você já teve ter passado por uma chamada de vídeo caótica — com  eco e acústica ruim ou com convidados que adoram falar por cima do outro. A Microsoft Teams vai usar inteligência artificial para eliminar esses aborrecimentos.

Há meses, a empresa tem testado com ajuda das maquinas maneiras de diminuir o ruído e o eco nas chamadas. A fabricante de software usou 30.000 horas de fala para ajudar a treinar seus modelos e capturou milhares de dispositivos por meio de crowdsourcing, onde os usuários do Teams são pagos para gravar sua voz e reproduzir áudio de seu dispositivo.

O resultado: grandes melhorias na qualidade do áudio das chamadas e a eliminação do eco que também permite que várias pessoas falem ao mesmo tempo.

A interruptibilidade será garantida com ajuda da transmissão de áudio full-duplex (bidirecional), permitindo que os usuários falem e ouçam outras pessoas ao mesmo tempo.

A inteligência artificial também vai ser utilizada na qualidade do vídeo. A empresa vai garantir que mesmo com conexões instáveis o vídeo consiga reproduzir e irá disponibilizar novos filtros para melhorar a qualidade do brilho da tela.

Em comunicado, divulgado hoje a Microsoft fala sobre a necessidade de melhorar ainda mais as reuniões online. “Os últimos dois anos deixaram claro a importância das plataformas de comunicação e colaboração, como o Microsoft Teams, para manter operações seguras, conectadas e produtivas, diz, em no seu site.