Este aparelho da Motorola tem dois nomes – Fire ou Spice Key XT317 – e ele tem dois chips. Android com dois chips não é novidade, mas este é o primeiro dual-SIM com Gingerbread e teclado físico. Qual a diferença deste aparelho para a concorrência dual-chip?

O aparelho dual-chip com melhores especificações até então era o LG Optimus Net Dual Chip, com processador de 800MHz (com chip gráfico Adreno 200), 512MB de RAM, tela capacitiva de 3,2 polegadas e resolução 320×480. O Motorola Fire tem especificações inferiores: CPU de 600MHz (com chip gráfico Adreno 200), 256MB de RAM, tela capacitiva de 2,8″ e resolução 240×320. Mas ele tem teclado físico, ao contrário do aparelho da LG. O teclado do Fire/Spice Key é fixo, não deslizante como no irmão Motorola Spice.

Os dois aparelhos rodam Android 2.3 Gingerbread e têm Wi-Fi, 3G (apenas no chip 1), A-GPS, câmera de 3 megapixels sem flash, e cartão microSD de 2GB, com suporte a até 32GB. O aparelho da Motorola tem mais espaço de armazenamento: 512MB, contra apenas 150MB no LG Optimus Net Dual Chip.

A Motorola mencionou o Spice Key no Facebook em agosto, e no final de novembro postou um vídeo sobre o aparelho no canal oficial do Youtube, agora chamando-o de Motorola Fire. Por enquanto, ele só está à venda no CompraFácil por absurdos R$999, mas à medida que outros sites – como Submarino e Walmart – disponibilizarem o aparelho, o preço deve cair. E precisa mesmo: o dual-chip da LG custa R$649 (menos se for à vista) – o Fire tem que custar menos que isso para compensar as especificações menores. [Ztop]

Atualização: o Motorola Fire custa R$699 no Submarino.