A coisa ficou feia para a Neon Eletro. A Polícia Federal apreendeu produtos que estavam em um galpão em Jaú, no interior de São Paulo, e a empresa está envolvida em ao menos três investigações.

Segundo o jornal Comércio de Jahu (link somente para assinantes), R$ 492 mil em produtos foram apreendidos após operação feita pela Receita Federal de Bauru, também no interior de São Paulo. Na quinta-feira, os fiscais da Receita visitaram a sede da Neon Eletro e depois foram verificar um galpão. Lá, encontraram produtos importados com documentação incompleta: eles tinham nota fiscal, mas dados sobre a origem e situação fiscal não estavam claros. Os fiscais copiaram dados contábeis da Neon Eletro para as investigações.

Ontem, quatro caminhões voltaram ao galpão e carregaram os produtos para a sede da Receita em Bauru. A Neon Eletro agora precisa mostrar documentos que provem a origem e situação dos produtos, ou poderá perdê-los. A Receita também encontrou produtos nacionais com nota fiscal, como televisores – possivelmente os aparelhos Sony Bravia que ela vende por R$ 1.099. O diretor jurídico da empresa, Marcos Araújo, não sabia até ontem se o site continuaria no ar – por enquanto ele está, mas não sabemos até quando.

Além da operação da Receita Federal de Bauru, colhemos informações importantes sobre a situação da Neon Eletro: a empresa está envolvida em pelo menos três investigações: duas penais/criminais (estadual/federal) e uma cível (estadual). Esta última é relacionada aos direitos do consumidor e deve sair em um mês. Estamos apurando a situação das outras duas.

Estamos tentando falar com a Polícia Federal e com a Receita para mais informações sobre a operação. [Foto via Comércio de Jahu. Obrigado pela dica, Ricardo!]