Um dos segredos mais conhecidos da internet é que você pode usar extensões do Chrome ou VPNs para acessar o catálogo do Netflix nos EUA. No entanto, parece que isso está com os dias contados: o Netflix estaria se esforçando para acabar com essa prática.

>>> Netflix sob pressão para impedir acesso ao catálogo americano através de VPN

O bloqueio não é generalizado por enquanto: extensões como ZenMate e Hola Better Internet ainda estão funcionando. Mas, como aponta o TorrentFreak, isso poderia facilmente ser um teste para um bloqueio maior que ainda deve acontecer.

Segundo o TorrentFreak, o Netflix vem recentemente bloqueando alguns serviços de VPN, que passam seu tráfego de internet através de um serviço particular; além de sites que mudam sua localização virtual através do DNS.

O TorGuard foi um dos afetados. Alguns usuários começaram a receber uma mensagem de erro no Netflix por usarem VPN. Recuperar o acesso foi fácil: basta selecionar outro local nos EUA para acessar o catálogo americano.

O app do Netflix para Android, por sua vez, começou a forçar o uso do Google DNS, o que dificulta usar endereços DNS para indicar que você está nos EUA.

Além disso, o Netflix pode obter o horário no seu computador – ou seu local com o GPS do celular – e comparar isso ao endereço IP. Se houver uma discrepância muito grande, o site pode interromper o streaming, segundo o TorrentFreak.

Por que o Netflix está fazendo isso? É que o serviço de streaming está sob pressão dos estúdios de cinema, que querem restrições mais rígidas para o acesso ao catálogo. Como o Netflix depende em grande parte dos estúdios, ele precisa ceder.

Em setembro, uma entidade australiana que representa estúdios como Warner, Universal e afins quis que o Netflix cortasse o acesso ao catálogo americano na Austrália. Estima-se que 200 mil pessoas usem o Netflix no país, apesar de o Netflix não estar disponível por lá.

Curiosamente, o Netflix diz ao Engadget que “não houve mudança” na forma em que eles lidam com VPNs. [TorrentFreak]

Foto por Doug/Flickr