Em que momento uma construção vira uma cidade? Com 1,7 milhão de metros quadrados, é difícil escolher uma dessas duas classificações para o Centro Global New Century.

O New Century, que começou a ser construído no primeiro semestre de 2012 (não muito tempo para uma obra dessa proporção), abriu oficialmente no dia 1º de julho. A estrutura de vidro e aço com 18 andares fica em cima da nova estação do metrô de Chengdu, uma província da cidade de Sichuan com mais de 14 milhões de habitantes e uma das megalópolis que mais cresce na China.

O que os visitantes encontram dentro dessas paredes envidraçadas? Na real, o basicão, só que em doses generosas: um cinema com 14 salas IMAX, lojas, restaurantes, escritórios, hotéis, uma reconstrução de um vilarejo do Mediterrâneo e, por fim, sua pièce de résistance — uma praia artificial enorme com pôr-do-sol e brisa artificiais, graças a uma tela LED gigantesca em uma das suas laterais. Um centro de artes com 500 mil m², projetado por Zaha Hadid, está sendo construído ao lado.

A questão não é bem o que o New Century tem, mas quanto. É difícil imaginar números como 1,7 milhão de metros quadrados, então aqui vão alguns comparativos. Daria para colocar três Pentágonos dentro dessas paredes, ou 20 Óperas de Sidney. Ele é quase 500 mil metros quadrados maior que a antiga maior construção do mundo, o Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Dubai. A maior dos EUA, o Palazzo, em Las Vegas, é apenas a 11ª do mundo.

Vale frisar que o New Century não é a primeira megaestrutura do gênero, embora seja a maior. Arquitetos e construtores chineses são pioneiros na construção de regiões urbanas completas a partir do nada. O título de maior estrutura do mundo acaba sendo apenas uma maneira de os criadores do New Century se destacarem da massa. [ArchDaily via The Independent]

new-century2

new-century3

new-century5

new-century6

new-century7

[Imagens via Entertainment and Travel Group]