Bateria, sinal, tela, CPU, peso, tamanho – é com essas especificações de celular que eu me preocupo. Chips de celular menores? Não muito. Mas a Giesecke & Devrient, uma das fabricantes originais de chip SIM, acha que precisamos de um nano-SIM, 60% menor que o chip no seu celular.

O nano-SIM é compatível com as entradas SIM e micro-SIM atuais, só que precisa de adaptador. De acordo com o GigaOM, nós poderemos ver este avanço sem muito sentido já no começo do ano que vem:

O nano-SIM é um terço menor que o micro-SIM, que pode ser encontrado dentro do iPhone 4 e 4S da Apple, e é 60% menor que os chips encontrados dentro da maioria dos aparelhos GSM hoje em dia. Ele também é 15% mais fino. O nano-SIM pode chegar a seus primeiros aparelhos já no começo do ano que vem.

O chip do seu celular já não é tão grande. O micro-SIM é quase que pequeno demais. Então por que precisamos de um nano-SIM? Os celulares vão ficar mais finos por causa disso? Vai nos afetar de forma positiva, em vez de tornar estes chips mais fáceis de perder? Estou cético. [Giesecke & Devrient via GigaOm via The Verge]