Os smartphones da Nokia sempre foram conhecidos por terem ótimas câmeras. Aparelhos clássicos como o N95 (2007), 808 PureView (2012), ou Lumia 1020 (2013) tinham câmeras de ponta, entre as melhores da indústria. Mas os próximos smartphones Android da Nokia terão sensores tão bons assim, principalmente agora que a HMD Global é a responsável pela fabricação?

• A Nokia foi brilhante no marketing ao relançar o obsoleto 3310
• Como será o retorno da marca Nokia a smartphones e tablets com Android

Nesta semana, a HMD Global anunciou uma parceria com a Zeiss Camera que “tem como objetivo definir novos padrões de imagem dentro da indústria de smartphones”. A parceria irá cobrir diversas facetas da experiência de câmeras nos dispositivos da Nokia, incluindo software, qualidade na tela e sensores ópticos. Embora isso pareça promissor, já que dispositivos antigos da Nokia eram equipados com lentes Zeiss, é importante reconhecer isso mais como marketing do que como substância.

Não importa o quão conceituados são os nomes da Nokia e Zeiss, de vez em quando marcas não fazem nada para melhorar a performance da câmera de um smartphone. Vimos isso recentemente nas câmeras com a marca da Leica no Huawei P9, que no final das contas era um lixo.

Componentes das câmeras obviamente são muito importantes para os smartphones, mas o nome de uma marca não as torna boas. O que fez os modelos antigos da Nokia tão bons era o fato deles utilizarem as próprias tecnologias de amostragem de imagem, o que deu aos dispositivos uma vantagem competitiva no mercado saturado de smartphones. Enquanto isso, iPhone e Galaxy S8 lideram a tecnologia de câmeras dos celulares e não utilizam nenhuma marca chique para promovê-las.

Os novos smartphones da HMD Global talvez tenham a marca da Nokia e as lentes da Zeiss, mas é importante perceber que falta o DNA de software que tornaram os aparelhos da Nokia bons no quesito câmera. Será interessante ver os detalhes dos smartphones quando a HMD decidir revelar mais informações sobre a nova linha Nokia.

Até agora há apenas um vídeo vazado, possivelmente do Nokia 9 com duas câmeras traseiras, mas ele não possui o logo da Zeiss ainda. A parceria pode ajudar a HMD a melhorar o dispositivo antes do lançamento.

[HMD Global]

Imagem do topo: John Karakatsanis/Flickr