A Nokia anunciou os resultados fiscais de seu último trimestre, e há números interessantes por aqui: a linha de smartphones Lumia já vendeu mais de 1 milhão de unidades, mas o mercado de smartphones continua sendo um problema para a empresa; e a Microsoft pagou US$250 milhões para a Nokia pela adoção do Windows Phone.

A venda de 1 milhão de Lumias em 2 meses é um número interessante para a Nokia e para a Microsoft, que tenta desesperadamente emplacar o Windows Phone de vez em 2012. Mas o número se perde em outros muito maiores: os finlandeses venderam 113 milhões de celulares no quarto trimestre. Desses, 19,6 milhões são smartphones. Isso representa uma queda de 38% em comparação ao mesmo trimestre de 2010 e é pouco mais da metade do que Apple vendeu no mesmo período.

E apesar do pagamento de US$250 milhões por parte da Microsoft apenas por ter adotado o Windows Phone, a empresa fechou o trimestre com prejuízo operacional de 954 milhões de euros. E o prejuízo tem nome: Navteq. A Nokia comprou a empresa de GPS por 8 bilhões de dólares em 2008, apostando na geolocalização como futuro. Mesmo com a evolução do Nokia Maps, os tempos mudaram desde a aquisição — Google Navigator, enfraquecimento das empresas de GPS dedicado — e a baixa contábil atingiu a empresa em cheio no último trimestre.

Agora, a Nokia promete uma expansão muito mais veloz de smartphones em 2012, com Elop reconhecendo que a concorrência já está estabelecida. A empresa promete chegar rápido à América Latina, e ainda enfrentará os leões no mercado americano com o Lumia 900. Enquanto isso, prepare-se: a chegada dos Lumias no Brasil está bem próxima. [ZTOP]