Simples assim: aparelhos Android que foram “violados” pelo root — que dá controle total ao sistema e permite a instalação de ROMs customizadas — não podem alugar filmes. Segundo os fóruns do Google, a decisão surge “devido a exigências relacionadas com a proteção de direitos autorais”. O que podemos entender disso? Que, apesar de o Google ter culpa na história, as produtoras devem ter criado uma esperta cláusula que impedia o uso de aparelhos com root — eles devem achar que o ato de controlar totalmente um aparelho tem alguma relação com pirataria.

Apesar da provável pressão das produtoras, o Google terá que se explicar melhor: o aplicativo do Netflix, serviço semelhante e concorrente ao Movies, funciona em qualquer aparelho Android modificado. E, não bastasse isso, o aluguel/compra de filmes pela iTunes Store em aparelhos da Apple com jailbreak funciona normalmente. E então, Google? [Android Market Support via Gizmodo US]