Com foco no único recurso que os smartphones ainda não oferecem, o novo dispositivo de fotografia instantânea Lab, da Polaroid, cria cópias impressas de qualquer foto digital em seu telefone sem a necessidade de fios ou se atrapalhar com configurações de redes sem fio. Em vez disso, a luz da tela do seu smartphone é projetada e usada para expor diretamente o filme instantâneo da Polaroid.

Lembre-se das muitas e muitas vezes que você perdeu ou destruiu acidentalmente um telefone e, no processo, perdeu centenas de fotos. A maioria de nós somos péssimos em fazer backup de dados e muito mão-de-vaca para pagar as taxas mensais de serviço que garantem que tudo seja sincronizado e armazenado corretamente na nuvem. Simplesmente imprimir suas fotos digitais é a maneira mais fácil de criar um backup de memórias que ainda estarão facilmente disponíveis para futuros membros da família, e o novo Polaroid Lab simplifica o processo. Se você conseguir colocar o smartphone com sucesso com a face para baixo em uma mesa, poderá criar cópias Polaroid de suas fotos favoritas.

As lentes do Polaroid Lab concentram toda a sua atenção na tela do seu smartphone. Foto: Polaroid

O Lab parece vagamente remanescente das icônicas câmeras instantâneas da Polaroid, mas sem uma ocular e uma lente frontal. A ocular foi substituída por um suporte na parte de cima, na qual os usuários podem colocar seus smartphones com segurança com a tela para baixo, e a lente existe apenas dentro do Lab, onde três delas são usados ​​para focar a luz projetada da tela do telefone no filme Polaroid, o que cria a exposição. Ele funciona com um aplicativo gratuito para smartphone que permite aos usuários especificar o enquadramento de suas fotos, dada a proporção quadrada do filme Polaroid, que é muito menor do que as fotos tiradas por um dispositivo móvel.

Existem algumas vantagens e desvantagens. Se você deseja uma recriação nítida de 8 x 10 de uma bela foto em modo retrato que você tirou no seu smartphone, essa não é a solução para você. O filme Polaroid ainda é conhecido por sua estética de lo-fi (que alguns fotógrafos ainda preferem) e a abordagem analógica adotada aqui vai suavizar e dessaturar as imagens no processo.

Foto: Polaroid

Caso você queira uma cópia perfeita de uma foto, ainda precisará conectar seu smartphone a um desses quiosques de impressão de fotos que podem ser encontrados em farmácias e grandes lojas. Mas se você tiver algumas fotos divertidas que adoraria colocar na geladeira e compartilhar com quem passa pela sua cozinha, o Polaroid Lab de US$ 130 estará disponível a partir de 10 de outubro. Lembre-se de que você precisará alimentar o Lab com uma dieta constante de filme instantâneo Polaroid que, a aproximadamente dois dólares por foto, pode ficar caro.