Após o lançamento da GeForce GTX 780 e da GTX 770 no fim de maio, a Nvidia lançou um modelo intermediário das suas placas de vídeo, a GeForce GTX 760.

A nova GPU é baseada arquitetura Kepler da Nvidia e tem 2,3 gigaflops de processamento – a empresa afirma que ela é mais potente do que a nova geração de consoles, o PS4 e o Xbox One. Ela tem a tecnologia Nvidia GPU Boost 2.0 e é indicada para quem gosta de personalização e overclocking. A GTX 760 tem 1152 núcleos CUDA e clock de 980 MHz (que pode ser aumentado para 1033). Em relação à memória, ela tem 2GB com clock de 6Gbps.

Entre outras tecnologias para melhorar os gráficos de jogos, a GTX 760 é compatível com o PhysX, para a física, o TXAA, para diminuir os serrilhados dos jogos, e também é compatível com o GeForce Experience, software para ajudar a escolher as melhores configurações dos jogos de acordo com o seu computador.

A Nvidia promete desempenho duas vezes superior à GeForce GTX 560, lançada há dois anos. Lá fora, ela custa US$ 250. No Brasil, ela será vendida por meio de parceiras da Nvidia como ASUS, EVGA, Gigabyte, PNY e Zotac. [Nvidia]