O Twitter entrou em parafuso na manhã de hoje com uma falha de segurança que fez muita gente retuitar spams a rodo sem saber, mas felizmente o Twitter foi bem ligeiro para arrumar as coisas. E a novidade é que o patch que corrigiu o problema não fez só isso, como adicionou as opções Reply to All e Auto-Complete, mas apenas para quem já tem o novo Twitter. Peraí, você não sabe o que aconteceu hoje de manhã, seu dorminhoco? Entenda.

Basicamente, alguém utilizou uma falha de JavaScript do site para ativar a função onMouseOver, que fazia o usuário enviar mensagens apenas ao passar o mouse pela tela, seja em cima do tweet mencionado ou não. Os links levavam o usuário para sites de spam ou pornográficos, ou simplesmente abriam vários pop ups. O pessoal do Twitter agiu rápido – corrigiram o problema em cerca de uma hora – mas dada a simplicidade da falha, o bug se espalhou como um casamento do fósforo com o álcool gel.

Sarah Brown, mulher do primeiro-ministro inglês Gordon Brown, foi uma das vítimas, e ficou com um bizarro “h” gigante no seu Twitter, com links para um site pornô japonês. O problema atingiu apenas quem usou a interface web do Twitter, ou seja, quem estava no TweetDeck, Echofon, smartphones ou coisa do tipo, ficou apenas acompanhando a desgraça acontecer. [TechCrunch]