“Inocente”, um inspirador documentário em curta-metragem sobre uma artista de rua de 15 anos, ganhou ontem o Oscar em uma das categorias menos badaladas. Mas a importância da premiação não pode ser subestimada, porque marca a coroação de uma nova era do cinema independente: o filme de 40 minutos teve a ajuda de 294 pessoas, que apostaram nele e levantaram 52 mil dólares através do Kickstarter para realizá-lo. Será que isso pode mudar a história do cinema independente?

Continue lendo em OENE: http://www.oene.com.br/por-que-o-oscar-para-inocente-foi-o-premio-mais-importante-da-noite-de-ontem/