Andy Ihnatko, do “Chicago Sun-Times”, tem uma teoria diferente sobre o dispositivo, que poderia indicar pelo menos uma de suas funções. Ele acha pode ser um leitor de e-books:

Há algo que continuo a ouvir, e não acho que o avaliaria tão bem como um rumor, mas é uma história interessante que eu continuo a ouvir, que, por um momento, caminhões cheios de livros chegariam a um galpão de carga no campus da Apple e descarregariam grandes, grandes, grandes, grandes, imensos carregamentos de livros, e então os caminhões iriam embora vazios. E a Apple não tem uma biblioteca para funcionários com 100 mil livros em seu campus. Então alguém fica inclinado a acreditar que eles estão fazendo alguma coisa com esses livros, como transformá-los em texto para algum propósito que nós podemos apenas especular. Há um antigo rumor de que a Apple tem silenciosamente se preparado para abrir uma livraria na loja do iTunes e quer ter a certeza de ter um grande estoque de títulos eletrônicos quando ela abrir.

Em outras palavras, o iTunes poderia competir com a Amazon no mercado literário com um dispositivo touchscreen de 10 polegadas.

Se não, é um rumor pra lá de divertido. Mas se Apple não estiver interessada em usar a grande biblioteca eletrôncia do Google e não quiser fechar negócio com a Amazon, digitalizar seu próprio conteúdo é uma solução bem factível. [Newsarama via Digital Daily]