Este novo gravador com capacidade de filmar da Sony parece um negócio terrivelmente desengonçado para a geração YouTube. Mas o objeto esquisito é, na realidade, uma pequena embalagem que combina os poderes do áudio de alta qualidade com vídeo. Estamos intrigados.

Em parte, o que vemos no HDR-MV1 é um gravador de áudio de alta qualidade do tipo que está no mercado há anos. Eles são úteis para tudo, de gravações de voz de alta qualidade ao registro de concertos e eventos ao vivo. São gravadores perfeitos para quem não vive nas redações que podem ser comprados, em geral, por cerca de US$ 200. (O Olympus LS-10, que comprei alguns anos atrás, é uma das ferramentas mais úteis que possuo — e ele é apenas um desses pequenos grandes gravadores.)

Para fazer o MV1, a Sony pegou um daqueles formatos que resistem ao tempo e jogou uma câmera de mão simples e conectividade Wi-Fi/NFC para criar um gadget multifunção que é muito mais útil do que você pode ter pensado inicialmente. Preço? US$ 300.

Gravador esquisito da Sony

O MV1 vem com microfones stereo instalados em uma configuração X-Y que gravam um campo de áudio mais preciso do que a maioria dos microfones embutidos. O gravador captura áudio de alta qualidade, 48K/16 bits, mas em vez de armazená-lo em um formato WAVE sem compressão, o áudio é empacotado em um formato MPEG de modo que possa ser combinado com vídeo. (Ainda assim, existe uma opção de gravar apenas áudio em WAVE.) O MV1 também tem uma saída de 1/8″, para o caso de você querer usar um microfone externo melhor. Como vários gravadores profissionais, o MV1 também tem saída para fones de ouvido, caso você queira se certificar de como o áudio está sendo gravado em tempo real.

No lado do vídeo, a MVR tem um sensor de imagem de 1/2,3 polegada capaz de gravar tanto em 1920×1080, quanto em 1280×720 a 30 quadros por segundos. E pelo fato de o MV1 ser um produto desse tempo, a conectividade Wi-Fi auxiliada por NFC deve facilitar um bocado o compartilhamento de vídeos no YouTube e outras redes sociais. Um possível problema, porém, é que o codec que a câmera usa no melhor modo de gravação é o AVC/H.264 — nada de AVCHD para você.

O MV1 é pequeno, exatamente como os antigos gravadores de áudio portáteis. É difícil dizer se o vídeo acrescenta muito ao pacote ou se ele transforma o dispositivo em um gadget com mais um penduricalho não tão útil. Mas achamos que, pelo menos para um tipo de uso, ela não deverá ser muito comum: shows musicais.