No anúncio do Kindle Fire HD, Jeff Bezos disse que o Fire HD será capaz de baixar conteúdo até 40% mais rápido do que o iPad ou o Nexus 7. Mas como ele fará isso? Existe um limite na banda disponível, certo? Tudo acontece graças ao Multiple Input/Multiple Output (MIMO) — a mesma tecnologia que faz o 4G e o 802.11n serem tão rápidos.

MIMO é um acelerador de transferência de dados.

Ela também poderia ser chamado de Mais de Uma Antena para Entrada e Saída. A tecnologia apenas aumenta o número de antenas no transmissor e receptor. Elas funcionam em conjunto para melhorar o desempenho do dispositivo na transferência de mais dados sem exigir banda extra ou gastar mais energia.

Um dispositivo com MIMO faz isso espalhando o poder de transmissão existente entre várias antenas, criando um ganho em matriz que pode transmitir mais bits por ciclo do que uma antena SISO (Single Input/Single Output).

Ela pode melhorar a qualidade de conexão.

Basicamente, um sistema MIMO alarga o “pipeline” da conexão, permitindo que mais dados passem ao mesmo tempo. Roteadores Wi-Fi usam essa tecnologia há anos para agilizar conexões domésticas.

Mas ele não precisa de um processador mais rápido para agir.

Na realidade, é uma boa maneira de fazer um dispositivo trabalhar mais rápido a um baixo custo — acrescentar uma antena é uma atualização física relativamente mais barata comparada a outros componentes.

Após uma integração, em 2005, no crescente padrão 802.11n, o MIMO pode ser encontrado hoje em sistemas 4G, 3GPP Long Term Evolution (LTE), WiMAX e HSPA+.