A Research in Motion está em apuros. Isso há algum tempo: com modelos pouco inspirados e uma falta de apps, o BlackBerry vem sofrendo em lidar com a concorrência. Isso deixou a RIM em uma situação financeira crítica, e fez até o cofundador da empresa pular do barco.

Para entender como a situação da RIM está grave, basta ver o gráfico abaixo. Em um ano, o BlackBerry conseguiu desaparecer aos poucos dos principais mercados de smartphone.

Nos EUA, a queda da RIM é notável. Há alguns anos, ela praticamente dominava o mercado por lá. Agora, relatos dizem que usuários do BlackBerry nos EUA têm vergonha dos seus aparelhos. A imagem negativa, aliada à força da concorrência, fez o BlackBerry cair de 8,5% para menos de 2% em um ano, segundo dados da Kantar Worldpanel.

Na Europa, a situação é semelhante: nos países analisados, ou a RIM perdeu mercado (como na Espanha!), ou manteve-se pequena (na Alemanha).

E no Brasil, os BlackBerries também estão sumindo. Em um ano, a fatia de mercado da RIM caiu de 8,7% para 2,7%. Em outros grandes países emergentes, a RIM é pequena: na China urbana, por exemplo, ela corresponde a apenas 0,1% do mercado.

E nos países que a Kantar não analisou? No Canadá, terra natal da RIM, o BlackBerry tem uma aceitação bem maior – mas está caindo. De acordo com a Ipsos Reid, ele fica em segundo lugar no mercado de smartphones com 27%, logo atrás do iPhone (29%). Na Índia, o BlackBerry caiu de 18% para 12% em menos de um ano. E na Indonésia, país onde a RIM detém boa parte do mercado, ela foi ultrapassada pelo Android este ano.

Ao BGR, a fabricante do BlackBerry diz: “estamos comprometidos em recuperar participação de mercado”. E a arma deles para isso é o BlackBerry 10, com: multitarefa repensada, perfis separados para trabalho e uso pessoal, novo teclado preditivo, câmera com tecnologia da Scalado, e widgets que na verdade são apps rodando em miniatura.

Os aparelhos com BB10 serão anunciados no final de janeiro. Isso é o bastante para a RIM voltar ao que era antes? Será uma batalha difícil. Mas se não der certo, RIM, você já sabe o que fazer: mate a si própria para que outros possam viver. [Kantar via BGR]

Foto por krrisd/Flickr