Em maio, a Microsoft liberou o Office 2016 para testes no Windows. Agora ele está pronto, e você pode adquiri-lo através de uma assinatura ou em versão avulsa. O que há de novo?

As novidades estão mais concentradas em recursos para empresas. Mas para usuários comuns como você e eu, há algumas adições bem-vindas.



Uma delas é a coautoria no Word 2016 em tempo real: várias pessoas podem editar um documento ao mesmo tempo, permitindo ver imediatamente o que os outros estão escrevendo, assim como no Word Online (ou no Google Docs).

E quanto ao Excel e PowerPoint? A Microsoft diz: “estamos empenhados em expandir a coautoria em tempo real para todos os nossos aplicativos nativos”.

Outro recurso que veio do Office Online é o Diga-me: um campo de busca no qual você pode procurar por funções específicas do Word, Excel e PowerPoint. Além disso, temos o Ideias, que traz insights da web direto a seus documentos.

O Excel 2016 ganhou novos tipos de gráficos e tem integração com o Power BI, serviço da Microsoft que transforma conjuntos enormes de dados em uma série de gráficos para facilitar a análise.

Excel-2016-New-Sunburst-Chart

O Outlook 2016, por sua vez, oferece buscas mais rápidas, coloca mensagens com baixa prioridade em uma pasta Clutter separada, e permite compartilhar arquivos no OneDrive com maior facilidade.

Há também uma integração com o Windows 10. A Microsoft diz que, nos próximos meses, a Cortana vai ficar ainda mais inteligente e mais útil coletando informações do Outlook 2016.

Além disso, com o Windows Hello, você pode fazer login no Office 365 sem precisar de senha – basta usar biometria, como sua digital ou íris.

The-new-office-is-here-1-v2

Por fim, há novos temas: o Word tem a interface azul, o Excel ficou verde, e assim vai. Se você preferir, pode usá-los todos na cor escuro ou cinza-escuro, que oferecem alto contraste para facilitar a visualização.

Quanto às novidades para empresas, temos:

– o Skype for Business integrado aos aplicativos do Office, permitindo enviar mensagens instantâneas, compartilhar a tela e até fazer vídeo chat diretamente a partir de um documento;

– suporte a DLP no Word, Excel e PowerPoint, para evitar vazamento de dados em uma empresa;

– o Office 365 Groups permite criar equipes públicas ou privadas, que compartilham uma caixa de entrada, calendário, armazenamento em nuvem e um bloco de anotações no OneNote;

– o Office 365 Planner ajudará a criar novos planos, organizar e atribuir tarefas, definir prazos e status de atualização quando for lançado em preview no final do ano;

– o GigJam facilita a colaboração entre pessoas e se tornará parte do Office 365 em 2016.

Preços

Office 2016 - versoes

O Office 2016 está disponível por assinatura ou em versão avulsa.

O Office 365 Personal custa R$ 21 por mês ou R$ 209 anuais. Isso inclui o Word, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Publisher e Access. Você pode usar a suíte em até um PC (ou Mac), um tablet e um smartphone. O pacote também inclui 1 TB de espaço na nuvem, mais 60 minutos por mês no Skype (inclusive para telefones fixos no Brasil).

Enquanto isso, o Office 365 Home custa R$ 26 por mês ou R$ 259 anuais. A diferença é que você pode instalar os programas em até cinco computadores, cinco tablets e cinco smartphones. É possível compartilhar o espaço no OneDrive e os minutos do Skype entre até cinco usuários.

Ambos os planos oferecem um mês de avaliação gratuita. Há também diversas opções de assinaturas para empresas, que custam a partir de R$ 21,90 por mês e por usuário.

Quanto à compra avulsa, há duas opções: o Office Home & Student 2016 inclui o Word, Excel, PowerPoint e OneNote e custa R$ 347. Enquanto isso, o Office Home & Business 2016 inclui também o Outlook e sai por R$ 837.

A partir de hoje, também é possível comprar o Office para Mac em versão avulsa, com os mesmos preços e condições dos pacotes acima. (O Office para Mac foi lançado em julho apenas por assinatura.)

Quem já é assinante do Office 365 poderá baixar as novas versões dos aplicativos a partir de hoje. No entanto, se você comprou uma versão avulsa do Office 2013 ou anterior, terá que adquirir o pacote completo – ou uma assinatura – se quiser atualizar.

[Office Blogs]


Compras realizadas nos links acima poderão fazer com que ganhemos uma porcentagem da operação.