O ônibus do Reino Unido movido a excremento de vaca é oficialmente veloz. Segundo o Ars Technica, ele recentemente atingiu a velocidade de 123,6 km/h na pista de testes de Millbrook, em Bedfordshire — um recorde para um ônibus de transporte comum.

>>> Ônibus movido a cocô de frango emite 70% menos poluentes que um a diesel

“Foi impressionante vê-lo atravessando a pista”, disse o engenheiro responsável John Bickerton à BBC. “Ele soou como um bombardeiro Vulcan”.

É importante deixar claro que o ônibus não usa o excremento em si como combustível: ele é movido pelo gás biometano produzido pela digestão anaeróbia do excremento. Basicamente, bactérias decompõem este material biodegradável, e acabam produzindo um gás rico em metano, que é comprimido, liquefeito e armazenado em uma série de tanques fixados dentro do teto do ônibus.

O ônibus se chama “Bus Hound” – nome inspirado pelo carro britânico supersônico Bloodhound – e é pintado de preto e branco para se parecer com uma vaca frísia, usada para produção de leite no Reino Unido.

Quem é familiarizado com o filme Velocidade Máxima já viu ônibus muito mais rápidos. Até mesmo fora do reino dos filmes de ação dos anos 1990, para ser reconhecido como um recorde mundial Guinness, o ônibus teria que atingir velocidade maiores que 240 km/h, de acordo com a BBC.

O recorde aqui foi quebrado em relação a ônibus equivalentes abastecidos por combustíveis fósseis, que tipicamente atingem cerca de 90 km/h – neste caso, o ônibus movido a excremento se sai muito bem.

O próximo passo, é claro, será colocar o Bus Hound em uma corrida contra o ônibus movido a excremento humano, e descobrir qual tipo de cocô é mais rápido. [Ars Technica e BBC]