A Oracle vai realocar sua sede da Califórnia para Austin, Texas. Ela é a mais recente empresa de tecnologia a sair do Vale do Silício.

“A Oracle está implementando uma política de local de trabalho mais flexível para os funcionários e mudou sua sede corporativa de Redwood Shores, Califórnia para Austin, Texas”, um porta-voz da empresa confirmou ao Gizmodo. A notícia foi dada em primeira mão pela Bloomberg na sexta (11). “Acreditamos que essas mudanças dão à Oracle um posicionamento melhor para crescer e fornecem a nossos funcionários mais flexibilidade sobre onde e como trabalham.”

A empresa, que abriu um campus de 160 mil metros quadrados em Austin em 2018, disse que a maioria dos funcionários terá a opção de escolher o local onde trabalhar bem como continuar de casa, seja em tempo parcial ou integral. Também “continuará a apoiar” seus principais centros em todo o mundo, incluindo escritórios nos EUA em Santa Monica, Seattle, Denver, Orlando e Burlington, entre outros.

“Ao implementar uma abordagem de trabalho mais moderna, esperamos melhorar ainda mais a qualidade de vida e a qualidade de produção de nossos funcionários”, disse a Oracle.

A gigante do software empresarial está sediada em Redwood City, Califórnia, desde os anos 80, e é de longe a maior empregadora da cidade, representando mais de 13% do mercado de trabalho. No entanto, a pandemia levou muitos dos grandes nomes do Vale do Silício a adotar diretrizes mais flexíveis de local de trabalho e, como consequência, a trocar a Califórnia por locais mais tranquilos (leia-se: mais baratos).

A fabricante de hardware Hewlett Packard Enterprise, a HP, anunciou que vai deixar San Jose, também na Califórnia, e mudar sua sede para um campus de “última geração” que está sendo construído em Houston, Texas.

O CEO da Tesla, Elon Musk, disse esta semana que também está se mudando para o Texas, supostamente porque o estado não ter um imposto sobre renda pessoal. Sua saída foi anunciada depois de um desentendimento público com autoridades da Califórnia no início deste ano, quando foram impostas restrições para conter a disseminação do COVID-19 no estado. As medidas fecharam temporariamente a fábrica da montadora em Fremont.

Em um tweet na sexta-feira, o governador do Texas, Greg Abbott, comemorou a notícia de que mais uma empresa de tecnologia estava a caminho de se estabelecer no estado: “O Texas é realmente a terra dos negócios, empregos e oportunidades. Continuaremos a atrair os melhores.”