Grandes eventos mundiais são comuns em praticamente qualquer indústria. Existem os salões de automóveis, as feiras de video games e, no mundo da tecnologia móvel, grandes eventos onde empresas apresentam o que estará nas lojas dali a alguns meses. O Mobile World Congress é um deles.

Conhecido também como MWC, o evento é totalmente focado em mobilidade e ocorre sempre em fevereiro na cidade de Barcelona, na Espanha. A edição 2013 acabou faz pouco e, mais uma vez, serviu de palco para a apresentação dos smartphones e tablets que serão objetos de desejo no decorrer do ano.



Esta edição do MWC trouxe a primeira leva de aparelhos com a nova família Snapdragon. Alguns modelos de ponta, com o SoC Snapdragon 600, deram as caras por lá, revelando tendências como enormes telas de +5″ e alta definição (1080p) para smartphones.

Destaques? No campo dos smartphones, o HTC One (abaixo) roubou a cena. Com a inovadora câmera UltraPixel, o ótimo acabamento característico da marca e um Snapdragon 600 provendo todo o poder necessário para rodar o Android Jelly Bean e a camada Sense UI, parece ser um smartphone belíssimo.

htc-one

Na cola do One, vimos também o Optimus G Pro, da LG (abaixo), um telão de 5,5″ (!) e configurações de babar. A Asus levou o PadFone Infinity, evolução do seu conceito “dois-em-um” onde o smartphone se transforma em tablet ao ser acoplado a uma tela maior. Também com Snapdragon 600, tela de 5″ e acabamento em alumínio, é um aparelho premium muito bacana.

optimus-g-pro

Nos tablets, quem chamou a atenção foi o Tablet Z, da Sony (abaixo). Com tela Full HD de 10,1″, ele é à prova de poeira e água — o companheiro ideal para o banheiro. Não bastasse isso, ele é muito fino (apenas 6,9mm) e leve (495g). O SoC que dá vida ao Tablet Z é o Snapdragon S4 Pro, rodando a 1,7 GHz.

sony-tablet-z

A maioria desses anúncios deverá estar nas lojas, lá fora, antes da metade do ano. No Brasil essa informação é quase sempre uma incógnita; como a HTC não tem mais representação local, é bem improvável que o One chegue por aqui. Quanto aos lançamentos de LG, Sony e Asus (primeira foto), há esperança. Basta esperar e torcer.