Os trilhos de metrôs e trens já estiveram cheios de chaves, dentaduras e lixo. Mas agora, eles estão mesmo é repletos de fones de ouvido, que caem das orelhas dos passageiros ao embarcar e desembarcar. O problema é tão grave que a East Japan Railway Co. fez uma parceria com a Panasonic para desenvolver um aspirador personalizado que pode recuperar facilmente esses artefatos valiosos.

De acordo com a East Japan Railway Co., mais comumente conhecida como JR East pelos habitantes locais, entre julho e setembro deste ano, houve 950 relatos de fones de ouvido sem fio derrubados nos trilhos em 78 estações diferentes em Tóquio. Como esses dispositivos às vezes podem custar bem mais do que US$ 200, os passageiros frequentemente pedem para os funcionários pegá-los imediatamente, em vez de esperar até que a equipe de limpeza possa fazer uma varredura com segurança após o último trem do dia partir.

Anteriormente, as estações dependiam de dispositivos simples com uma garra na extremidade de um longo cabo. Eles conseguiam agarrar objetos maiores como roupas, sapatos, garrafas de água e lixo. Mas fones de ouvido como os AirPods são pequenos, e muitas vezes acabam caindo entre pedras ou fendas. Aí fica impossível pegar usando essa garra.

A solução que a JR East propôs foi fazer uma parceria com a Panasonic para criar um dispositivo que lembra um aspirador de pó sem fio. Um cabo estendido permite que ele alcance os trilhos enquanto é operado com segurança a partir da plataforma. Em vez de uma garra na extremidade, ele tem uma série de tubos flexíveis muito estreitos que agarram pequenos objetos usando sucção, mas sem sugá-los para dentro do tubo.

O aspirador está atualmente sendo testado na estação Ikebukuro da JR East e, embora tenha sido demonstrado na recuperação de AirPods, seu design deve permitir que ele agarre e resgate com segurança qualquer tipo de fone de ouvido sem fio que tenha caído acidentalmente de uma plataforma. Se for adotado e tudo der certo, a Panasonic bem que poderia lançar o acessório personalizado para os aspiradores sem fio que a empresa vende, porque as plataformas de metrô e trem são só um dos lugares onde esses fones costumam se esconder.