Inspirado por uma foto de alguém colocando um foguete dentro de um pendrive USB, um hacker conhecido pela sigla “MG” detalhou, no Medium, um projeto recente em que ele construiu um pendrive à la Missão Impossível que acende e explode depois de espalhar um software nefasto em um computador desavisado.

Grupo hacker secreto usa malware de Android para espionar milhares de pessoas em 21 países
Como um rapaz de 22 anos descobriu sozinho uma das piores falhas de segurança da história

Bom, eles ao menos detalharam maior parte do processo, que envolve colocar um chip ATtiny85 (e outros eletrônicos) compatível com Arduino dentro de pendrive. Isso o transforma no que é conhecido como um USB Rubber Ducky, que pode enviar comandos  de tecla e código malicioso, porque o computador acha que é um teclado normal plugado.

O que MG não detalha em seu post no Medium é como o pendrive vai de emular um teclado a disparar um pequeno dispositivo explosivo dentro de si para autodestruição, além da destruição de quaisquer provas, após o software malicioso ser injetado. Então, por ora, a lição de moral deste hack é que você deve parar de inserir pendrives misteriosos, pois eles podem (ou não) estar escondendo uma pequena bomba.

[Vimeo via Medium via Hackaday]