Apesar da modernidade do 3D e das projeções digitais, nada remete mais ao cinema do que o simples som de uma projeção rodando. O problema é que os filmes de 35mm e seus projetores podem estar dando adeus às salas.

De acordo com pesquisa do IHS Screen Digest Cinema Intelligence Service, 2012 “marcará o ponto de mudança onde o digital irá suplantar o 35mm”. Más notícias para os puristas do cinema como Quentin Tarantino e Steve Spielberg. Boas notícias para o documentarista de Smurfs James Cameron. De acordo com o chefe de pesquisas de cinema da IHS, David Hancock, o filme “Avatar” foi o último golpe para forçar os cinemas a mudarem para a projeção digital.

De acordo com Hancock, antes de “Avatar” a projeção digital representava 15% das salas de cinema do mundo. Após seu lançamento, a projeção digital cresceu 17% tanto em 2010 quanto em 2011. Há mais detalhes doloridos para aqueles que curtem celuloide:

Até o fim de 2012, a participação das projeções de 35mm irão cair 37% no mundo, com a projeção digital representando os outros 63%. Isso representa uma queda dramática para o 35mm, que era usado em 68% das salas de todo o mundo em 2010. Em 2015, o filme de 35mm será usado em apenas 17% dos cinemas do mundo, relegado a um formato de nicho.

Não podemos dizer que não era algo previsto. Enquanto isso, hora de prestigiar aquele cinema da sua cidade assistindo um Goddard. [MSNBC]