Graças a uma parceria entre Google e Adobe, o Photoshop poderá rodar no Chrome para Windows e no Chrome OS através de streaming.

Esta versão se integrará diretamente ao Google Drive, então você não precisará enviar e depois baixar seus arquivos – tudo ficará na nuvem.

A Adobe explica que o Project Photoshop Streaming é quase idêntico ao programa que você já conhece, porém ele não requer instalação: “ele roda em um ambiente virtualizado, para que possa ser acessado a partir de qualquer navegador Chrome ou Chromebook”.

Por isso, a Adobe recomenda uma conexão de pelo menos 5 Mbps, e explica que “se a conexão for perdida, você precisará abrir uma nova sessão”. Seu trabalho será salvo automaticamente em uma pasta no Google Drive.

Por enquanto, a versão beta não tem suporte a recursos que dependem de uma placa de vídeo – listados aqui – como aceleração 3D, certas melhorias em níveis altos de zoom, entre outros. A Adobe diz que estes recursos “virão em breve”. Além disso, o Photoshop na nuvem ainda não pode interagir com dispositivos “como scanners, áudio e impressoras”.

O Project Photoshop Streaming começa de forma limitada: ele está disponível apenas nos EUA, para clientes educacionais que assinam o Creative Cloud. O projeto vai durar seis meses, e a Adobe sugere que este é só o começo: “estamos experimentando maneiras de fornecer acesso a… nossos produtos a partir de qualquer dispositivo, sem ter que baixar e instalar”. [Google e Adobe via 9to5Google]