Projetada para turistas que visitam a Holanda, esta ponte de Moisés não é usada por israelitas escapando de egípcios, mas sim para criar um efeito visual impressionante em turistas. Ela fica abaixo do nível da água de um fosso, recriando como era um forte do século 18 e a sua área em volta sem interferir na paisagem.

Construído originalmente no início dos anos 1700 para proteger a Holanda da invasão de franceses e espanhóis, o Fort de Roovere era cercado por um raso e lamacento fosso que evitava com que os exércitos o atravessassem, mesmo com barcos. Mas agora que essas ameaças se foram, o forte está aberto a turistas. E como uma ponte elevada poderia atrapalhar a visualização da estética do forte, esta “ponte semi submersa” foi projetada.

Ela é feita de madeira certificada tratada com uma resina à prova d’água não-tóxica que também impede que o material apodreça. E como o fosso é muito raso para passar barcos, há pouco risco de ondas inundarem a passagem. É bom notar também que agora finalmente a França e Espanha têm uma entrada muito mais fácil para o forte, então é importante que o exército holandês tenha calculado isso. Será que eles baixaram a guarda cedo demais?

E sim, eu também pensei “E quando chove?”. Mas os holandeses, magos em viver abaixo do nível do mar, devem ter pensado em algum truque não visível.

[Ro-Ad via Inhabitat]