Jogar coisas por aí porque você está com raiva não é uma atitude muito esperta e também pode levar a algumas consequências mais sérias. Especialmente se você está em um aeroporto e o objeto que você quer jogar no chão é uma bateria de lítio sujeita a explosão.

• O principal motivo pelo qual baterias explodem e pegam fogo
• Vídeo em slow motion mostra o que acontece quando pilhas e baterias entram em contato com fogo

Nesta semana, um homem que viajava para o Reino Unido causou uma confusão no Aeroporto de Istambul Atatürk, na Turquia, ao jogar com muita raiva o seu powerbank no chão – o dispositivo é proibido nos voos entre os dois países. De acordo com a conta oficial do aeroporto no Twitter, o homem “recusou” entregar sua bateria portátil e começou a discutir com os funcionários do aeroporto no portão, antes de “quebrar o item um uma superfície rígida”.

A pequena explosão fez com que uma fumaça ocupasse todo o saguão dos portões do aeroporto, mas não foram indicados ferimentos, de acordo com a reportagem da AFP.

A proibição desses eletrônicos no Reino Unido seguiu uma decisão similar instituída nos Estados Unidos em março, que determinou que os dispositivos não podem voar a partir de diversos países de maioria muçulmana. A decisão se estendeu à Turquia na quarta-feira. O Reino Unido ainda não seguiu essa nova decisão. O chefe de Segurança Nacional dos EUA, John Kelly, disse anteriormente que a proibição foi colocada como uma medida de segurança para conter ameaças detectadas relativa a bombas disfarçadas de dispositivos eletrônicos.

Obviamente esse não era o caso. Mas serve como um lembrete de que tudo com uma bateria recarregável baseada em lítio tem o potencial de pegar fogo. Já vimos isso acontecer com os hoverboards, Samsung Galaxy Note 7, cigarros eletrônicos, Fitbits e até mesmo fidget spinners.

[Istanbul Airport via Twitter via Mashable]

Captura de tela: Doğan News Agency