por Alex Cranz

Na sexta-feira, o aguardado jogo No Man’s Sky foi finalmente disponibilizado para PC, quatro dias após o lançamento para PlayStation 4 – consta que os desenvolvedores queriam “deixá-lo no ponto certo”. Infelizmente, ele ainda está cheio de problemas, e lojas como Steam e GoG têm páginas e páginas de reclamações de clientes irritados.

44% das 44.000 resenhas no Steam são negativas, e enquanto alguns estão apenas entediados com o jogo, muitos estão realmente odiando o port para o PC.

rtyfnntetio3utlcqffw

Eeeeeeeee perdi tudo! 20 horas de jogo pelo ralo. 3 savegames corrompidos. Foi divertido de jogar, mas repetitivo. Não me importei muito com isso. Mas começar de novo por causa de um bug estúpido, não obrigado!

qaape7c632bddakosff0

A versão para PC parece um port que não foi testado nem otimizado, algo que não recebeu muita atenção e só serve para aumentar as vendas.

rtyfnntetio3utlcqffw

Bugs são comuns, e quando eu me esforçava para um objetivo só para ter que retroceder por causa de uma falha, era algo quase impossível de jogar.

Esta não é a primeira vez que um jogo para PC tem um começo difícil. No ano passado, as pessoas ficaram animadas com Batman: Arkham Knight, a conclusão de uma trilogia. No entanto, a versão para PC estava tão repleta de falhas que precisou ser temporariamente removida da Steam.

Este ano, outro título do Batman, desta vez da Telltale, também teve problemas. Não foram graves o suficiente para retirá-lo de circulação, mas terríveis o bastante para algumas pessoas que eu conheço desistirem, pedirem reembolso e comprarem a versão para console.

Por que isso continua acontecendo? Estes jogos são extremamente caros de se fazer, e as desenvolvedoras querem lucros – então eles precisam vender bem. Então para que lançar títulos bugados que mais parecem betas fechados?

O maior problema é a diferença entre consoles e PC. Há pouca fragmentação no mercado de consoles. Um desenvolvedor produzindo um jogo para PS4 e Xbox One tem dois dispositivos que eles precisam considerar durante o desenvolvimento.

Enquanto isso, um desenvolvedor de PC tem que considerar a versão do Windows que o jogador tem, mais uma longa lista de possíveis placas de vídeo/chips gráficos e processadores. Existem milhares, milhões de variações, e é muito difícil levar em consideração todas elas.

“Não há nenhuma maneira completa de testar cada variação de PC, mesmo com uma configuração adequada de controle de qualidade. É um pouco como fazer um jogo para Android, mas pior”, diz o desenvolvedor indie Rami Ismail ao Gizmodo. Ismail vem se pronunciando fortemente sobre os problemas de No Man’s Sky no lançamento.

Ismail diz que seu foco principal está em jogos de PC, então ele tem que levar em conta todas essas variações e preparar o código mais limpo possível para o jogo. Mas esse talvez não seja o caso de um desenvolvedor AAA visando múltiplas plataformas.

“Você começa com a plataforma mais limitada e vai adicionando complexidade”, diz Ismail. “Quanto a isso, lançar um jogo de PC continua a ser aterrorizante. Você sabe que seu jogo não vai funcionar em todos os lugares, e a incerteza não vem de saber se ele é perfeito, mas exatamente de quantos computadores vão sofrer com problemas grandes o suficiente para precisar de correção.”

O único ponto positivo destes lançamentos malfeitos para PC: geralmente é muito simples consertá-los. Patches de jogos de PC não têm os prazos e os protocolos rigorosos que vemos em consoles.

Um desenvolvedor pode entregar correções no mesmo dia do lançamento do jogo (No Man’s Sky fez isso com sucesso limitado) ou dias depois. E os desenvolvedores podem continuar a enviar correções até acertarem, como a Hello Games, desenvolvedora de No Man’s Sky, promete fazer. Infelizmente, isso muitas vezes leva mais tempo do que os fãs estão dispostos a esperar.

É algo para se manter em mente quando você escolher em qual plataforma jogar o próximo grande lançamento. Se for um jogo indie, tudo pode dar certo; se for um jogo AAA, a versão para PC pode ser apenas uma forma de arrancar dinheiro e talvez não funcione bem tão cedo.