A lei, assinada pelo governador Jay Nixon e que entra em vigor no dia 28 de agosto, diz:

Professores não podem estabelecer, manter ou usar relações de trabalho em um site, a não ser que ele esteja disponível para os administradores do colégio e das pessoas com custódia das crianças. Professores também não podem ter um site não relacionado ao trabalho que permite acesso exclusivo com estudantes ou ex-estudantes.

A lei não diz especificamente Facebook, claro, já que isso se aplica a qualquer rede social. Os alunos ainda podem criar fan pages para seus professores queridos, mas mas o acesso direto e comunicação online entre estudantes e professores via Facebook (e outras redes) agora é ilegal.

Tudo para proteger as crianças de coisas ilícitas, algo que, oras, acontece muito frequentemente entre alunos e professores via Facebook, né? É uma máquina de gerar estupros! É o inferno na internet. Na boa, é bem besta pensar que bloquear a “relação de Facebook” entre professores e estudantes irá eliminar situações perigosas e constrangedoras já que ESSES PROFESSORES VEEM OS ALUNOS TODOS OS DIAS. Banir as amizades de Facebook é praticamente o mesmo de acusar os professores de uma culpa que normalmente eles não têm. Nada bom. [KSPR via Mashable via The Atlantic Wire]