A tecnologia pode ajudar quem perdeu um membro devido a doença ou lesão. Já vimos várias próteses para tanto, mas esta aqui tem algo de especial, além do visual Exterminador do Futuro (ou Deus Ex). Veja como funciona.

Projetada e construída pela empresa britânica RSL Steeper, a prótese de mão e pulso beBionic v3 (BB3) pode ser implantada abaixo do cotovelo, e fornece um nível e variedade sem precedente de funções.



A mão biônica “lê” os impulsos elétricos dos nervos residuais através da pele do membro amputado. Assim, ela interpreta a vontade do usuário, reorganizando os dedos em 14 posições diferentes. Estão inclusos aí um aperto de mão, ou um apoio para se levantar de um assento, por exemplo. Também há modos de maior precisão, como retirar cartões de banco, amarrar o cadarço, ou segurar louça.

Além disso, o BB3 possui uma função de controle que o deixa delicado o suficiente para segurar um ovo, mas bruto o bastante para esmagá-lo com 140.1N (14 kg) de força. Um conjunto de microprocessadores monitora cada dedo, e consegue detectar se algo estiver escorregando da mão – ele reajusta a força para impedir isso.

A mão em si é construída a partir de fibra de carbono e pesa entre 550 e 600 gramas, dependendo do tamanho e das opções. Ele mede cerca de 200 mm da extremidade do dedo do meio até a base do punho e, além da sua força para esmagar ovos, o BB3 pode facilmente levar cargas de até 45kg. Ele está disponível em várias opções de cores e vem com uma luva cor-de-pele. Mas se você gastou US$25.000 a US$35.000 em uma prótese incrível dessas, porque você iria escondê-la com uma luva?

Nigel Ackland certamente não esconde. Ele trabalhava em fundição de metais preciosos, e perdeu o antebraço direito há seis anos devido a um acidente com um liquidificador industrial no trabalho, mas recebeu um BB3 para testá-lo por quatro meses. “Eu vivi quatro, quatro anos e meio efetivamente apenas com uma das mãos, e agora eu estou tentando aprender a voltar a usar duas mãos”, disse Ackland ao The Blaze. “Isto me deixou muito mais feliz.” [DVice – Nerd Reactor – CNet – beBionic]