Um morador da cidade de Ndwedwe, na África do Sul, teve uma surpresa ao dar uma volta por seu quintal. No gramado, encontrou uma cobra da espécie Dasypeltis inornata, que chamou a atenção pela presença de duas cabeças em um só corpo. 

O homem teve a melhor das reações. Temendo que alguém machucasse o animal, colocou-o dentro de uma garrafa e ligou para Nick Evans, um resgatador de cobras do país. O profissional postou imagens do animal em sua página no Facebook

Cobra duas cabeças
Imagem: Nick Evans/Facebook/Reprodução

A cobra possui policefalia, condição que remete a animais com duas ou mais cabeças. Apesar de assustadora, ela não é nada perigosa. De acordo com Evans, a espécie se alimenta apenas de ovos de pássaros e é totalmente inofensiva. 

O animal encontrado no quintal tem cerca de 30 centímetros de comprimento e ainda não atingiu a idade adulta. O resgatador ficou impressionado com a maneira de se locomover da cobra: Às vezes, as cabeças tentavam ir em direções opostas uma da outra. Em outros momentos, uma cabeça descansava sobre a outra, permitindo que o animal se movesse de forma mais eficaz. 

Cobras de duas cabeças são extremamente raras. Um estudo publicado em 2013 no Journal of Comparative Pathology indicou que, dentro de uma amostra de 4.087 filhotes do réptil, apenas três haviam eclodido com duas cabeças.

A cobra africana está agora sendo cuidada por profissionais e não deve retornar à natureza. A condição do animal atrapalha sua locomoção, tornando-o bastante lento e vulnerável a predadores. 

Assine a newsletter do Gizmodo

Além disso, há um problema envolvendo seu estômago. Se o animal tiver dois órgãos do tipo, há maiores chances das cabeças brigarem por alimento, levando a morte do espécime. Por outro lado, a presença de apenas um estômago para “dois corpos” pode colocar o animal sob situações de estresse, reduzindo sua expectativa de vida.